domingo, 30 de dezembro de 2007

CAMINHAR É imPRECISO.

Entre um passo e outro, mesmo que por alguns instantes, chego a me desiquilibrar,
por vezes experimento a doce sensação da queda, que me ensina a levantar.
Entre tombo e caminhada, aprendo a valorizar cada instante de equilibrio
e o inesperado encontro do chão se torna a cada dia mais familiar.
Entre um tombo e outro insisto em caminhar,
sigo em frente sem com a chegada me preocupar,
ou mesmo se vou desequilibrar,
por intuição libero minha alma pra amar.

4 comentários:

Jose Roberto disse...

Querido Fabio.. que bela foto.. pura inspiraçao.. pura poesia.. me dar vontade de cantar.. Sair Elszakustiando na corda bamba.. livre com um Butterfly... soft soft..

"Tudo de maravilhoso pra todos nos sempre... "

Namastê.. caminhando sempre.. com Sonhos....

Zaka

fabio menezes disse...

...que nossos sonhos alimentem nossa alma de vida!!

eli disse...

... e que esses sonhos sejam realizáveis e de boa qualidade...
bjuuusss... de coração para coração...
mmãe

jose cadeco disse...

gostei, não preciso dizer mais nada